segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Semana da Criança




"Eu uso o necessário somente o necessário, o extraordinário é demais..." (segundo filme que eu vi nos cinemas. O primeiro foi Tom e Jerry)

Com essa onda de desenhos animados do Facebook, fiquei inspirada e resolvi relembrar a minha infância.
São várias coisas avulsas que eu fui pensando aqui, acho legal compartilhar e ver o que vocês lembram também... *explosão de fotos mode on*

Tinha um cara que vendia esses suquinhos na quadra que eu morava e moro hoje (em Brasília não há "ruas" ou "avenidas"). Lembro-me que eles tinham formatos de trens, de guarda-chuvas, de uma porção de coisas, era divertido e beeeem doce!

Comecei a fazer natação bem cedo, acho que tinha uns cinco, seis anos, mas me lembro de antes ter pulado na piscina da casa da minha avó porque vi minha irmã pular também. Me animei, mas esqueci da bóia de braço... Afundei devagarinho sem me mexer... E alguém me pegou. A natação era divertida, eu adorava ficar em pé num suporte que colocavam na piscina funda para parecer rasa, e adorava tomar um chá com açúcar que tinha lá, antes do Leci do transporte escolar chegar pra me buscar. Tempos bons, de roupão, corpo molhado, brisa fresca e chá açucarado...
Eca! Vocês se lembram disso? Foi a pior coisa que eu comi na minha infância, um chocolate com gosto de cera, hoje um que lembra é aquele ovo de Páscoa horroroso, o "Top Cal", "Top Milk" - credo! Tinha os cigarros de chocolate também, lembro de ter comido, mas era tão bizarro "fumar" um cigarro de chocolate que preferi não colocar a foto xD
Tamagotchi. A pergunta é: quantos vocês já tiveram? Eu me lembro que eu já tive vários, no momento sei que um era vermelho, um dinossauro, e o outro, verde, meu pai trouxe pra mim dos EUA, um bebê bem mais complexo, não encontrei nenhum parecido por aqui. Era divertido ;D mas não nos tornava mais responsáveis... Eu sempre deixava o meu morrer de fome ou solidão!

Beetlejuice. Nossa, eu era APAIXONADA! Escondida no banheiro, fechava meus olhos e dizia "Beetlejuice" três vezes esperando que algo acontecesse. Fiquei MUITO decepcionada com o filme, porque a Lídia e ele eram grandes amigos no desenho e viviam juntos, mas no filme ela teve medo dele e eles não ficaram juntos - fora que ela o chamava de "Besouro Suco" argh! *trauma com dublagens*
Acho que sempre tive um lado meio "dark", desde a infância. xD

É por isso que ESSE era o meu filme preferido (com cerca de seis, sete anos). O estranho mundo de Jack. Eu ficava vislumbrada com um esqueleto tão sensível e divertido - sim, eu era apaixonada tanto por ele quanto pelo Beetlejuice rs. Cantava todas as músicas, na dublagem antiga ainda! Descobri muito feliz que tem a versão inteirinha no youtube pra assistir, em partes. Olha a primeira aí!




Caham, continuando. *vasculhando memórias*

Amarelinha! Fala sério, quem nunca brincou com a pedrinha? Era divertido. Como eu sempre morei em prédios, brincava debaixo deles ou em volta, sempre fazendo bagunça e aprontando. Piquepega, piquebandeirinha, piqueesconde (no novo acordo tudo se escreve assim?), o mestre mandou, bobo, hum o que mais? Ahhh! Subir em árvores!

Árvores, sempre amigas! Uma vez caí de costas no chão, doeu, mas não me fez perder meu amor por elas! Eu tinha um sonho de fazer uma casinha em uma árvore linda perto da minha quadra, mas era impossível porque não tinha material e nem um adulto pra ajudar, então eu só ficava em cima dela o dia inteiro mesmo, imaginando mil coisas... Até tentei impedir alguns homens de derrubá-la uma vez! Pra mim foi um ato tão grande, mas pra eles eu era só uma boba! A tal "casinha" acabou sendo feita no último andar do meu prédio, até o síndico descobrir e mandar tirar as parafernálias que eu coloquei lá... rs! Árvores :)

Vocês se lembram? Eu era apaixonada por esses pirulitos de caramelo com um açúcar pra passar e se deliciar... Um dia desses vi pra vender numa banca de revista e nem acreditei!
Colecionar Adesivos. Eu tinha mais de um álbum cheio de adesivos diferentes, quanto mais diferente mais a gente valorizava, e sempre saía trocando com os amigos! Tinha umas duas amigas que trocavam sempre comigo \o/ (O álbum da foto é lindinho mas não era o meu xD pena!)
Fazer bolhas de sabão. Nooossa amava. Pegava copos em casa, colocava detergente e fazia bolhinhas com canudinhos o dia inteiro. Uma vez eu fiz num copão, minha pobre irmã tomou achando que era alguma coisa... Tadinha! ;_; desculpe, Lillian!
Será que só eu brincava com esses bonequinhos de árvore de Natal? Era a minha maior diversão. Não gostava muito de brincar com bonecos grandes, então sempre que eu ganhava brinquedinhos pequenininhos - bonecos, móveis, etc - eu fazia a festa. Lembro da minha companheira de brincadeira, Amanda, "Vamos brincar de boneco pequeno?" eram horas e horas...
Almanacão. Uma forma dos pais tentarem nos distrair nas férias. Mas era legal!
Eu sempre li muitos almanaques da Turma da Mônica, mesmo antes de saber ler. Lembro de inventar histórias com os quadrinhos, como se eu soubesse ler, talvez alguma parte desse aprendizado tenha saído daí, assim como minha irmã, que saiu até no jornal por causa disso. Obrigada Maurício de Souza! :)
Sim, eu via, cantava, dançava, chorava, tinha as fitas de música. Chiquititas. "Se seu coração tem buraquinhos...!"
Falando em fita, noooossa eu me lembro de cantar Mamonas também. No dia em que viajei à Goiânia comprei esta fita no caminho (como eu nunca reparei nesses seios?! rs) e cheguei TODA feliz dizendo "gente!!! comprei a fita dos mamonas!!" e todos me olhavam com cara de fúnebre, enquanto passava a notícia da queda do avião no rádio... #morri isso aconteceu de novo quando compramos o CD da Cássia Eller, e é por isso que hoje baixamos músicas na internet :)
Tainá, uma aventureira na Amazônia. Eu adorei ver esse filme, tinha uns 9 anos de idade na época e me senti TODA TODA porque trocava e-mails com a personagem principal - sim, uma índia que sabe mexer em computadores! Ela me contava como foi emocionante ver o filme, e eu desejava muito sucesso! Até hoje! Onde anda tu? (:
TV Cruj, que passava no SBT. Eu tenho um cartão com essa foto autografado por eles. Na verdade era da minha irmã, ela era apaixonada pelo Caju/Juca e escreveu uma carta. Eles leram e responderam mandando o cartão. Só não posto o original porque tem um coraçãozão em volta da cabeça dele... xD
Ah eu tinha que falar de Sailor Moon! Assistia junto com a minha irmã Lillian na época que passava na Manchete. "Mesmo querendo não posso ser sincera, pois nos meus sonhos eu te confesso... E nesses sonhos voam fantasias, que muita insônia me causarão..."
Baixei todos os episódios e dei de presente para ela no Natal passado. Revendo, percebemos como haviam coisas sérias que aconteciam - de mortes e etc - e a gente não entendia muito bem, e como é bom rever e sentir isso de novo!
Dragon Ball! Goku pequenininho, começando toda essa saga que é uma febre até hoje! Eu ficava curiosa com a curiosidade e a vergonha do Yamcha de ver a Bulma e correr como um louco! Acho que peguei um pouco disso no começo dos meus namorinhos...
Cavaleiros do Zoodíaco. O meu primeiro boneco foi o Shun. Sim, eu gostava muito dele e o achava muito mais bonitinho e romântico do que o Afrodite que é do meu signo >_
Yu Yu Hakusho me traz muitas lembranças, principalmente quando o Yusuke morria e quando eu brigava feio com a minha irmã Lillian disputando o coração do Kurama, quase como se ele fosse real. Hoje eu vejo que era apenas uma forma de ser mais parecida por ela, eu nem gostava tanto assim dele... Desculpa por ter quebrado a vassoura de brinquedo nas suas costas irmã i_i eu te desculpo por ter enfiado uma faca no meu olho também...! (Foi do lado, calma! Mas tem cicatriz =D)
Laboratório de Dexter. Eu me lembro quando o meu pai instalou a NET pela primeira vez lá em casa, acho que tinha dez anos. Deve ter sido aí que eu comecei a descer menos pra brincar... Esses desenhos bobos começaram a fazer parte da minha rotina de um jeito, e eles eram tão bobos! Eu tinha raiva da Didi enchendo o saco do Dexter, mas eu não era muito diferente com a minha irmã... (É o amor...!)
Johnny Bravo, tadinho, eu até daria uma chance pra ele, apesar de ser tão bobo...
Eu sou o máximo. Eu tinha dó do Babão...
A vaca e o frango. Meu Deus, esse desenho era nojento...
Mas não esqueçamos do "Bum de Fora", ele era o cara mais engraçado e ainda andava com a bunda... >_< !

Ah, claro! Tinha os desenhos mais antigos, antes do Cartoon Network.

O Gato Felix. Era divertido assistir junto com o meu pai. :)
Tom e Jerry. Awn as trilhas sonoras eram as melhores!

Lego. Em algum momento fez parte da minha infância, eu me lembro que tinha a caixona vermelha CHEIA de peças e passava muito tempo tentando montar alguma coisa decente. Era divertido e exigia uma concentração tremenda!
Fantasma de Estimação. Esse filme era uma gracinha, acho que assisti umas quinhentas vezes! Gostava do jeito "medieval" de se vestir da Sofia...
E queria que a minha futura filha tivesse seu nome :)
Sobre Fantasmas, ainda tinha mais um que eu era apaixonada!
Gasparzinho, o Fantasminha Camarada. Perdi as contas de quantas vezes reassisti...
Esqueceram de mim!
Rapaz esse filme, quer dizer, os três, eram do tipo que a gente sempre assistia no final do ano e sentia um pouco a nostalgia do Natal ou de ter os pais ocupados e se sentir meio solitário. Acho que é por isso que gostávamos... Porque de certa forma nos identificávamos O.o
Riquinho. Do tipo que todo mundo queria ser pra ter esse monte de brinquedo e doce. x_x vocês viram como está o Macaulay Culkin hoje em dia? É assustador...

Push Pop, puxe o seu! :D
Sorveteria da Eliana. Alguém tinha uma dessas? Ela fazia sorvete MESMO! Eu adorava e só fazia de chocolate x_x minha irmã Amanda tinha a Pipoqueira xD poxa por que não fazem mais essas coisas pra incentivar mais as crianças?
A Fábrica de Chocolate eu também tinha, só que era mais difícil fazer porque bem, tinha que ter o chocolate... xD
Sim, eu tive Barbie, muitas! E não Pollys ou Susies. As Barbies eram mais divertidas, engravidavam, tinham filhos pela barriga, eu comprava o Ken que usava batom e móveis mais baratos na Torre de TV de Brasília (cada coisa mais linda!) porque meu pai sempre foi meio mão de vaca... Tinha a Skitter que era uma barbie adolescente muito bonitinha, era da minha irmã mas eu acabei brincando mais, tirando essa das Mechas Mágicas que eu ganhei de presente da minha mãe, a Skitter era a minha preferida!
Nossa como era legal chupar picolé! O Exagelado parecia ser do tamanho do mundo, e tinha aquela promoção da Kibon que quem tirava palitinho premiado ganhava mais um picolé de graça - naquela época a gente ganhava MESMO, eu me lembro de chupar vários em um dia só. xD teve também o dia que lançaram o Picolé Mega, a padaria da minha casa distribuiu de graça e eu e a minha irmã demos um jeito de pegar mais de um \o/ em Goiânia, quando íamos visitar a vovó Doraci, tinha uns picolés de vinte centavos, papai dava um real e a gente fazia a festa!
Dia 27 de setembro comemoravam o dia de Cosme e Damião, dia de pegar doce. Esses feriados cristãos nunca fizeram sentido na minha cabeça, eu fugi da primeira comunhão e nunca entendi muito bem o significado desses dias (como o das crianças, amanhã). Mas era tão bom! A gente chegava em casa depois da escola, pegava um sacão e ia bater de porta em porta procurando guloseimas. Aquele tempo parecia que não tinha violência na rua! Até as mães e irmãs mais velhas disputavam os doces que a gente conseguia por aí...

Era mais ou menos isso. Era bom demais! A gente relembra com carinho os momentos bons e vê que eles não voltam mais, e é por isso que eu volto a repetir aquilo de vários posts, Carpe Diem! Tem que aproveitar mesmo, a vida é curta, passa rapidinho, e se a gente passa por ela sem brincar, sem realizar sonhos, sem buscar sonhos, sem memórias gostosas... Não vivemos! A minha infância foi maravilhosa sim, e eu deixo esse post dedicado a todos nós que nunca deixamos de ser crianças!

"Todos os vivos morrem, mas nem todos os que morrem viveram de fato." (Mel Gibson)


7 comentários:

Mandy disse...

Apesar de muitas coisas dessas não serem da "minha época", acaba dando uma nostalgia.
Principalmente dos "bonecos pequenos".

Bianca Moraes disse...

Haaa... que super legal!!! :D

Eu tenho até hoje a maquininha de tricô da Eliana (isso me lembra de que tenho que passar adiante! :P)! E direeeeto me lembro da propagando do "Ei! Não me empurre! Empurre o push pop!!" Hhiauhaoiuha ^^

Aaaah.. deve ficar muito bom os scones com nutellaaaaa! xD

Saudade, Luzinha.. ^^

Beijooos!

Paty Augusto disse...

Ai, que delícia poder lembrar... Porém, tirando diplik, gato Félix e os suquinhos do início, todo o resto pertence a minha adolescência... rs... Mesmo assim, era um tempo que a gente dava valor para as coisas. Ao invés de adesivos, colecionava papéis de carta e álbuns de figurinhas que tenho até hoje... Obrigada, querida! Foi ótimo passear contigo por tantas lembranças...

Paty Augusto disse...

Ah... e finalmente, está lá: http://flywords.blogspot.com/2011/10/meme-copiado-da-luiza.html

Luana Pagung disse...

Ah, quanta lembrança gostosa!
Compartilhamos de um monte delas, o que fez desse post uma doce nostalgia pra mim também.

;*

Jun disse...

Desculpa estar respondendo seu coment tão atrasadamente, Lu! É que faculdade e trabalho+seriados, sabe como é né :D''

Sobre os spoilers, pode ler sem medo, eu coloquei o aviso lá pro caso de escrever algum durante a resenha, mas não escrevi nada do tipo "no final do livro a fulana faz isso e isso" ou "beltrano morre assim assado", então pode ler se quiser \o/
E TBBT estamos no começo ou quase metade, sei lá, da terceira. Ver seriados com o namô é bom né? O trabalho de baixar é todo deles uhauha 8D *morre*
E oh, um dia ainda vou ver um dorama ou kdrama, morro de vontade mas acabo não baixando porque coloco as séries e animes na frente né >.<

E sobre seu post, como temos quase a mesma idade, a maioria das coisas que você postou eu conheci e amei também hehe... Chiquititas, Cruj, Turma da Mônica (ainda não sabia ler também aí inventava as coisas ou então liam pra mim, hehe, como você gosto de ler muito graças ao tio Mauricio, quando fui alfabetizada não largava as revistinhas \o/), Almanacão da Mônica, amaaava e tinha vários haha 8D Na verdade tenho muuuitas revistinhas da Mônica, nem sei quantas, mas são muitas, gavetas e gavetas *-*'
Pushpop eu amaava haha! O pirulitinho que vinha com pózinho (tinha uns que eram meio ácidos ou azedinhos, hmm :9), o que eu gostava era da embalagem da girafinha, mas acho que tinha outros bichos também... Subir em ááárvoreee, ficava pendurada igual a uma macaca com a Cynthia (minha melhor amiga ♥) pelas árvores do quintal, nossa, como a gente bagunçava! Tinha uma goiabeira que fingíamos que era um helicóptero hueuhe!
Sailor Moon, CdZ, que foi meu primeeeiro anime, ah *-* Tinha boné, camisa, fita cassete... Eu era louca com o Seiya, mas depois que passou de novo na Band em 2004 eu só tive olhos pro Shiryu e tenho até hoje uhehue! Ele que não tem sempre né, se cega até pra ir na padaria ¬¬
E nooooooooossa, aquela fita dos Mamonas, tenso né o_o Meu pai tinha cd e eu ficava ouvindo no discman e morria de rir com as músicas, COMO EU NUNCA NOTEI AQUELES PEITOS?? [2] Ridículo, que machismo desgraçado u.ú Vivia com meu radinho gravador com microfone ouvindo fitas da Eliana, Chiquititas, Sandy e Junior, Xuxa... E falando em Eliana, eu tinha a Fábrica de Chocolatee *-* Tinha a Baby Barriguinha, a boneca Eliana do tamanho de uma criança que você puxava e ela andava junto, ai como eu amava essas coisas ;-; Barbies também tive muitas, depois vieram as Pollys... Como eu brincava de Barbie ♥ Adorava desenhar também! \o\ E sobre os outros desenhos, nem preciso comentar que os filmes da Disney fizeram parte da infância né :) Não lembro qual foi o primeiro filme que vi no cinema, se foi O Rei Leão ou A Bela e A Fera ou O Corcunda de Notre Dame... Mas o que maaaais amei e amo até hoje foi Mulan ♥♥♥ E como você, eu amaaava o Jack também :] Sabia cantar todas as músicas, e da primeira dublagem! [2] Que foi a melhor, convenhamos u-u Tinha até fitinha cassete huahua.
E ah, sobre a Skipper que você falou que gostava, ela não era Barbie adolescente, era a irmã da Barbie :DD Eu tinha umas revistas da Barbie que tinham fotonovelas com as bonecas (em cada casinha e cenário lindo que eu quase pirava haha), e moravam ela, a Skitter, a Kelly, que é a mais nova, e acho que mais uma mais velha que a Kelly...
Enfim, preciso fazer um post desses também, hm! *-*
Pode deixar que vou dar os créditos quando fizer hehe!
Nossa infância foi boa né? A gente sabia brincar e tal, aproveitava, eu tenho pena é desses meninos de hoje que passam o dia com a cara no computador e videogame, nem sabem o que é desenhar num dia chuvoso, brincar na rua, pôr o pé na terra, brincar de Barbie até cansar... Coitados e coitadas D:

Bisous! [/coment testamento]

Vivi disse...

como é bom ver estas imagens agente volta a infância na hora...puxa eu tinha um sorveteira da eliana,mas eu e minha irmã ñ conseguíamos fazer sorvete direitinho....era uma meleca só....Puxa as crianças de hoje ñ sabem o que é diversão é só computador e video game!!!